Carrinho 0
Continuar lendo...

Pé plano: desenvolver a habilidade da persistência

O pé, a rigor, apresenta dois arcos plantares: um longitudinal e outro transversal. Quando esses arcos estão ausentes, determina-se a configuração de pé plano, também conhecido como pé chato. Para a Leitura Corporal, os indivíduos cujos pés se formatam de forma plana se inclinam mais para as atividades que libertam para a experimentação, para a descoberta e para a ampliação de conhecimentos e domínios. Indivíduos com o pé chato necessitam de movimento, de circulação, e…

Continuar lendo
Continuar lendo...

Joelho: Centro do Valor Pessoal

Para a Leitura Corporal, o orgulho é uma função associada ao 3º Centro de Força, o Centro da Identidade e da Individualidade, e sua vibração estimula o desenvolvimento da habilidade de reconhecer, considerar e valorizar todas as características pessoais. Sejam elas classificadas como características de luz, sejam aquelas chamadas de características de sombra, para a pulsão do orgulho tudo aquilo que serve à revisão e à ressignificação de comportamentos tem o mesmo valor. E no…

Continuar lendo
Continuar lendo...

Troca de fluidos e campos energéticos: uma relação de responsabilidade

Na visão da Leitura Corporal, em toda transferência de fluidos e de partes do organismo, está-se transferindo a memória da composição pessoal. Assim, seja através da saliva, do sangue, do sêmen, do leite materno, dos fluidos de um modo geral, e também de órgãos, os indivíduos doam, recebem e trocam referências de identidade, que serão processadas, adaptadas, acolhidas ou expurgadas pelos organismos. A transferência e a troca de fluidos influenciam de forma significativa os campos…

Continuar lendo
Continuar lendo...

Obesidade: desenvolver o amor por si

Para a Leitura Corporal, as células gordurosas trabalham, principalmente, com as pulsões emanadas pelo coração e pelo timo, destinadas à prática de amar-se. As células gordurosas estimulam o cuidado consigo, o acolhimento e o respeito por si, incentivando a satisfação de todos os impulsos de autoatendimento. O crescimento da célula gordurosa resulta do armazenamento desses impulsos que, uma vez não satisfeitos, são preservados pelo corpo para que o Indivíduo se conscientize da necessidade de estar…

Continuar lendo
Continuar lendo...

Ossos planos: ação autêntica

Para a Leitura Corporal, os ossos planos têm como principal função transformar emoções, intenções e pensamentos em formas concretas de atuação, estimulando a autenticidade e a versatilidade. São considerados os ossos mais flexíveis do esqueleto, sendo assim capazes de imprimir, em cada ação do Indivíduo, as marcas do seu estar de agora. O trabalho dos ossos planos pretende mostrar o Eu de cada instante, segundo a forma como o Indivíduo está experienciando suas emoções e…

Continuar lendo
Continuar lendo...

Infecção e inflamação: limpeza da memória do antigo

Para a Leitura Corporal, todo processo de inflamação e de infecção tem um único objetivo: expurgar do corpo aquilo que dificultam o contato do Indivíduo com o seu genuíno. As formações purulentas limpam o corpo dos registros, das crenças e das programações que distanciam o Indivíduo da sua forma presente de sentir e perceber a si e ao externo. São recursos orgânicos para impulsionar os movimentos necessários de transformação para os quais o Indivíduo está…

Continuar lendo
Continuar lendo...

Surdez: um caminho para a expressão

As orelhas, coordenadas pelos 1o e 5o Centros de Força, são órgãos relacionados ao equilíbrio e à audição. Dentre outras funções, as orelhas organizam os processos de captação, tradução e entendimento dos sinais sonoros vindos do interno e do externo. Para a Leitura Corporal, os distúrbios da audição nascem da experiência repetitiva de ouvir e não entender, ouvir e não assimilar e, sobretudo, ouvir e não expressar. Na grande maioria dos casos, a perda auditiva…

Continuar lendo
Continuar lendo...

Menopausa e Andropausa: portais para a juventude

A atividade vital do organismo é marcada por ciclos de desenvolvimento e maturação física, psíquica e comportamental. Na visão da Leitura Corporal, até por volta dos 10 anos de idade, o movimento de vida está predominantemente voltado para a autopriorização, nos processos de descoberta e aproveitamento de si. A puberdade marca o começo de uma segunda etapa, na qual, através da primeira menarca, homens e mulheres se preparam para ser origem de continuidade da Vida.…

Continuar lendo
Continuar lendo...

Gagueira: organizar e expressar conteúdos

A gagueira, caracterizada pela presença de desordens na fluência da fala, é entendida pela Leitura Corporal como um instrumento para o sistema de auto-organização do Indivíduo: serve ao ganho de tempo para a seleção e a ordenação do que se quer expressar, bem como para a aquisição de segurança e confiança no ato da expressão. Enquanto manifestação relaciona à vivência contínua do estado de embaraço, desconforto e indefinição quanto a que e de que forma…

Continuar lendo
Continuar lendo...

Tornozelo: Centro do Equilíbrio

Para a Leitura Corporal, o tornozelo sintetiza a proposta de todas as peças ósseas do Corpo Físico: a conquista e a manutenção do estado de equilíbrio.  Considerado o próprio “Centro do Equilíbrio”, o tornozelo é uma estrutura nobre na busca de estabilização e de segurança física, emocional e comportamental. Entendendo a estabilidade como um processo dinâmico, os tornozelos incentivam a contínua renovação dos parâmetros que ancoram o Indivíduo em seu próprio eixo. Para esses promotores…

Continuar lendo