Carrinho 0
Continuar lendo...

Iliopsoas: integração de si às próprias possibilidades

O iliopsoas, músculo que une os membros inferiores ao tronco, participa do conjunto das estruturas integrativas do Corpo Físico. Ao unir os membros inferiores (o campo de desenvolvimento da autossustentação) ao tronco (o campo de desenvolvimento da exclusividade), o músculo iliopsoas desenvolve a integração dos próprios desejos, anseios e características às possibilidades pessoais vigentes. Seu trabalho é manter conscientes e circulantes todas as habilidades, despertas ou em latência, que possibilitam ao indivíduo olhar de frente…

Continuar lendo
Continuar lendo...

Ânsia: força motivadora da vida

A Leitura Corporal entende a ânsia como uma qualidade psíquica natural, cuja função é essencialmente motivadora. Vive-se a ânsia no desconhecido e no conhecido, nas expectativas e nas frustrações, bem como nas infinitas inquietudes que animam o indivíduo a viver e que alimentam seu desejo de continuar. Vive-se a ânsia também nos medos, nos limites e nas dificuldades que permitem a cada um localizar-se, para então definir a melhor trajetória para si. A ânsia acompanha…

Continuar lendo
Continuar lendo...

Gases: livre circulação dos afetos

Muitas das representações afetivas praticadas pela humanidade tomam como referência as formas de expressão socialmente aceitas e aprendidas. É habitual o exercício da censura dos afetos que não cumprem com aquilo que é autorizado pelo externo ou que não condizem com as crenças do indivíduo em relação ao que se pode ou se deve sentir. Mas, a despeito do quanto o indivíduo se permite sentir o que em verdade sente, suas emoções genuínas continuam circulando…

Continuar lendo
Continuar lendo...

Limites: instrumentos para o avanço

Na visão da Leitura Corporal, as estruturas que processam e desenvolvem a noção de limite são os rins, os Centros Geradores do Estado de Segurança e de Distribuição da Energia de Essência. Enquanto orientadores do uso da energia vital, os rins trabalham para que cada indivíduo esteja ciente de seus limites a cada momento de vida. Sabendo até onde se pode experimentar mantendo o bem estar, que é o objetivo principal da existência dos limites…

Continuar lendo
Continuar lendo...

Merecimento: creditar-se os próprios feitos

Para a Leitura Corporal, o merecimento é uma habilidade que se desenvolve junto com a compreensão de que se é o ponto de origem e de retorno de tudo aquilo que é experienciado. A vida, que promove experimentos atrás de experimentos para que cada indivíduo se perceba, se conheça e evolua, devolve os frutos adequados àquilo que foi semeado. Assim, tudo o que é recebido tem seu sentido, seu valor e é do próprio merecimento.…

Continuar lendo
Continuar lendo...

Fibromialgia: cumprir por si e para si

Para a Leitura Corporal, cumprir significa sustentar até a autorrealização. Seja uma atividade, uma conversa, uma relação ou uma condição de vida, o psiquismo entende como coisa cumprida tudo aquilo que faz com que o indivíduo se sinta realizado. Assim, pode-se finalizar sem cumprir, e cumprir sem finalizar, pois o termômetro do cumprimento está no sentimento de autorrealização. Muitos indivíduos se encontram hoje condicionados a efetuar e a manter as tarefas, as promessas e as…

Continuar lendo
Continuar lendo...

Herpes: ser mais amoroso consigo

O ser humano é a forma de vida que mais congrega potencialidades de diferenciação. Enquanto seres naturalmente sociais, cada indivíduo tem a tarefa e o desafio de descobrir e aproveitar a sua forma de ser único e exclusivo, ao mesmo tempo em que desenvolve e desfruta de sua sociabilidade. A conquista do equilíbrio entre as dimensões individual e social do humano é impulsionada através de diferentes sintomas, cada qual com sua nuance. Na visão da…

Continuar lendo
Continuar lendo...

Pé plano: desenvolver a habilidade da persistência

O pé, a rigor, apresenta dois arcos plantares: um longitudinal e outro transversal. Quando esses arcos estão ausentes, determina-se a configuração de pé plano, também conhecido como pé chato. Para a Leitura Corporal, os indivíduos cujos pés se formatam de forma plana se inclinam mais para as atividades que libertam para a experimentação, para a descoberta e para a ampliação de conhecimentos e domínios. Indivíduos com o pé chato necessitam de movimento, de circulação, e…

Continuar lendo
Continuar lendo...

Joelho: Centro do Valor Pessoal

Para a Leitura Corporal, o orgulho é uma função associada ao 3º Centro de Força, o Centro da Identidade e da Individualidade, e sua vibração estimula o desenvolvimento da habilidade de reconhecer, considerar e valorizar todas as características pessoais. Sejam elas classificadas como características de luz, sejam aquelas chamadas de características de sombra, para a pulsão do orgulho tudo aquilo que serve à revisão e à ressignificação de comportamentos tem o mesmo valor. E no…

Continuar lendo
Continuar lendo...

Troca de fluidos e campos energéticos: uma relação de responsabilidade

Na visão da Leitura Corporal, em toda transferência de fluidos e de partes do organismo, está-se transferindo a memória da composição pessoal. Assim, seja através da saliva, do sangue, do sêmen, do leite materno, dos fluidos de um modo geral, e também de órgãos, os indivíduos doam, recebem e trocam referências de identidade, que serão processadas, adaptadas, acolhidas ou expurgadas pelos organismos. A transferência e a troca de fluidos influenciam de forma significativa os campos…

Continuar lendo